Pesquise Aqui!

20 de mai de 2011

Detentos revelam seu talento musical no IV Festipen

BELO HORIZONTE - A quarta edição do Festival de Música do Sistema Penitenciário (IV Festipen), que foi realizado na tarde desta sexta-feira (20), no auditório da Secretaria de Estado de Desenvolvimento Social (Sedese), levou ao público o talento de 14 presos mineiros. O Festipen é uma iniciativa criada para promover a ressocialização dos detentos por meio da música. O primeiro lugar ficou com Moisés Araújo Cristino, que cumpre pena na Penitenciária Dênio Moreira de Carvalho (Ipaba). Ele apresentou a canção “Voa passarinho”.
A coordenadora do evento, Ana Paula Bertolini Costa, abriu o festival fazendo uma homenagem a Estadeu Costa, seu pai, que foi o idealizador do projeto e que faleceu há um ano. Ela destacou que 2 mil cópias do CD “Vozes das Celas IV” foram produzidas nesta edição do festival para serem distribuídas gratuitamente. A apresentação das canções compostas e interpretadas pelos finalistas do Festipen teve início em seguida.
Vencedores
Uma comissão julgadora composta por três músicos avaliou cada apresentação, escolhendo os três vencedores. A vitória de Moisés Araújo Cristino, com a canção “Voa passarinho”, teve como principal concorrente a “Só Falta Você”, de Priscila de Souza Rocha, interpretada por Glayston da Silva Rodrigues, interno do Presídio de Cataguazes. Eles conquistaram o segundo lugar. Já a música “A Libertação”, de autoria de Leonardo de Amorim Andrade, da Penitenciária Doutor Manoel Martins Lisboa Júnior (Muriaé), ficou com o terceiro lugar.
Cada participante recebeu um kit com 50 CDs “Vozes das Celas IV”, com suas gravações, para serem distribuídos entre amigos e familiares. Ao final das apresentações, detentos de várias unidades prisionais apresentaram uma peça teatral em homenagem a Estadeu Costa, contando a sua história. O preso Claiton Schmidt explicou que a inspiração para sua canção “O Sonho não Acabou” veio exatamente das dificuldades que ele já passou na vida e revela sua perspectiva de viver uma vida melhor.
Talentos
O superintendente de Atendimento ao Preso, Guilherme Augusto de Faria Soares, classificou o Festipen como uma iniciativa fundamental no sentido de mostrar à população que os presos são indivíduos capazes de desenvolver seus talentos artísticos e sair da atividade criminosa. “Somente nesta edição foram cerca de 500 candidatos inscritos”, conta.
Para o secretário de Estado de Defesa Social, Lafayette Andrada, é de extrema importância humanizar o sistema prisional. Ele reforçou a homenagem ao idealizador do festival. “Os homens passam, mas as suas obras permanecem e eles nelas. Os participantes devem utilizar este talento musical como forma de reflexão sobre o que estão vivendo hoje e o que poderão viver amanhã, construindo um futuro melhor”.

Um comentário:

Anônimo disse...

Gostaria de adiquirir o CD 'Voa Passarinho', do Móises. Sugiro um ponto d evenda, pois é difícil ir a Ipaba buscar um CD na Penitenciária! Gostei demais da letra e voz. Achei também muito importante um talento como ele e outros, desenvolverem com qualidade, não deixando a desejar, para os demais profissionais do ramo. Outros talentos existem no meio da população carcerária! Que sejam desenvolvidos e que esta população se empenhe!

Voz do Povo

Compartilhe

Vídeos Ipaba

Loading...