Pesquise Aqui!

19 de set de 2012

Debate: Candidatos a Prefeito de Ipaba - TV Cultura

Candidatos de Ipaba debatem ao vivo propostas de governo

Assista ao vídeo abaixo

 
I021561.jpg
Debate entre os candidatos a prefeito em Ipaba durou cerca de duas horas

IPATINGA – Durou cerca de duas horas o debate das eleições 2012 entre os candidatos à Prefeitura de Ipaba na noite de terça-feira. Levado ao pela TV Cultura Vale do Aço, retransmitido pela Rádio Vanguarda AM, o debate teve participação dos três concorrentes ao Executivo: Geraldo dos Reis Neves (PMDB), o Geraldo da Farmácia; Edmarques Gonçalves Teixeira, o Marquinhos do Odilon (PDT) e Adão Raimundo de Souza, o Adão do Correio (PT), falaram sobre seus planos de governo em clima relativamente tranquilo enquanto a dinâmica estabelecia sorteio de temas como segurança, educação, esporte e emprego e renda. Munidos com documentos, os candidatos entraram para o estúdio preparados para perguntar e responder.
A partir do momento em que a dinâmica permitiu perguntas entre os concorrentes, não faltaram questionamentos e um clima mais denso. Marquinhos do Odilom, questionou de Geraldo da Farmácia, que disputa a reeleição, sobre verbas enviadas para o município.
“Já votei nele por três vezes e pergunto ao nobre candidato Geraldo da Farmácia: como o senhor explica o investimento do recurso próprio de Ipaba, uma vez que as obras foram feitas com financiamentos? E o recurso próprio?”. Geraldo da Farmácia respondeu.
Wôlmer Ezequiel
I021603.jpg
Adão do Correio: “O debate permitiu ao eleitor a possibilidade de reavaliar sua opinião acerca dos candidatos”

“Nosso município, no ano passado, não arrecadava R$ 1,4 milhão por mês. A média não passa de R$ 1,2 milhão. Você precisa saber, uma vez que não tem essa experiência e não sabe o que é administrar, que gastamos com a folha e encargos R$ 600 mil, e tem os repasses para a Câmara Municipal, gastos com combustíveis, educação e saúde, contrapartidas de convênios para obras. Aplicamos bem os recursos”, respondeu.
Por sua vez, Adão do Correio se apresentava sempre como uma alternativa que representava o novo e não se esquecia de citar sempre o presidente Lula, a presidente Dilma e o governo Ferramenta em Ipatinga.
Foguetório
Adão também questionou a Marquinhos do Odilon sobre uma quebra de acordo para se evitar foguetório e clima de agitação durante a campanha eleitoral. Marquinhos do Odilon respondeu que não consegue controlar o ímpeto de seus apoiadores. “Consigo controlar a coordenação de campanha, mas quando o povo quer, só Deus segura. E o povo quer mudança, o povo quer Marqinhos. Lamento, mas as pessoas têm o direito de manifestar, não há proibição e era apenas um acordo”, ressaltou.
Geraldo da Farmácia, que tinha direito ao questionamento, não deixou por menos: “Para gerenciar uma prefeitura você precisa ter moral, tem que ser gerente do seu povo, ou não consegue administrar uma prefeitura. Se não for assim, pode desistir de ser candidato”. Fechando a rodada, Marquinhos do Odilon replicou: “É diferente, porque você tem pouca gente acompanhando, numa coligação pequena. Não conseguimos fazer eventos com menos de 1.500 pessoas”.

Disputa
O clima da disputa eleitoral em Ipaba, que está polarizado entre Marquinhos do Odilon e Geraldo da Farmácia, não teve incidentes na noite de anteontem. Os partidários das candidaturas se reuniram em locais diferentes para acompanhar o debate pela TV Cultura. No estúdio, o debate terminou sem rusgas, com um cumprimento cordial entre os três debatedores.
Este foi o segundo debate da série de seis. No dia 13, houve a estreia com os quatro candidatos de Santana do Paraíso. O próximo debate será nesta quinta-feira (20), com os candidatos a prefeito em Belo Oriente.
No dia 25, a série de debates será retomada com os candidatos de Coronel Fabriciano. No dia 27, será a vez de Timóteo. O encerramento será  no dia 2 de outubro, com os candidatos de Ipatinga. O programa começa sempre às 21h. 

Wôlmer Ezequiel
I021605.jpg
Marquinhos do Odilon: “Um debate televisivo é sempre muito importante para o eleitor e estou satisfeito com a oportunidade”

 Candidatos fazem avaliação positiva do debate

O candidato Adão do Correio avaliou como positivo o resultado do debate pois, conforme disse, faz uma campanha praticamente sem recursos para a divulgação do seu nome e propostas. “Este debate proporcionou isso. Parabenizo a TV Cultura Vale do Aço por esta iniciativa e estou certo que o debate permitiu ao eleitor a possibilidade de reavaliar sua opinião acerca dos candidatos que disputam a Prefeitura de Ipaba”, afirmou.

Wôlmer Ezequiel
I021604.jpg
Geraldo da Farmácia: “Acredito que muitos eleitores definiram o seu voto após este debate”
Marquinhos do Odilon disse ao fim do debate que tinha uma conclusão clara. “Quanto mais informação o povo tiver do seu candidato, maiores as chances de o eleitor escolher bem o seu candidato. Sabemos que um eleitor gasta 5 segundos para dar um voto, que comprometem quatro anos de andamento da vida administrativa de um município. Tanto para a escolha do presidente da República, quanto na disputa do governo estadual e em cidades, um debate televisivo é sempre muito importante para o eleitor. Estou muito satisfeito com essa oportunidade, que antes existiu somente em 1992. É importante que a TV Cultura mantenha este espaço”, concluiu. 
Geraldo da Farmácia disse que o debate é um momento importante e democrático, por permitir comparar propostas de governo. “Acredito que o povo de Ipaba viu a minha experiência de 11 anos de administração e que muitos eleitores definiram o seu voto após este debate”, afirmou.

Jornal Diário do Aço


Voz do Povo

Compartilhe

Vídeos Ipaba

Loading...