Pesquise Aqui!

6 de fev de 2012

Prefeitura de Ipaba acusada de desvio de donativos

Notícia do JVAOnline

Vereador diz que muitas ruas da cidade ficaram em situação calamitosa e foram fotos destes problemas que embasaram estado de emergência 
Lairto Martins 

Segundo o vereador Ebinho, “das 24 toneladas de donativos, havia apenas 43 cestas básicas e três colchões. O restante são roupas. Mas, tudo está sendo doado à população de baixa renda”
IPABA – Por estar entre os 218 municípios mineiros que decretaram situação de emergência devido aos estragos causados pelas fortes chuvas que caíram nos últimos meses, a cidade de Ipaba recebeu em 26 de janeiro 24 toneladas de donativos. Todavia, os mantimentos que deveriam ser distribuídos às vítimas do desastre ambiental “estão sendo destinados à população de baixa renda cadastrada no Bolsa Família, uma vez que nenhum morador do município sofreu danos materiais com os temporais”, é o que denuncia um comerciante da cidade. Segundo ele, o decreto de emergência anunciado pelo Executivo ipabense teria sido “uma jogada de marketing para que os donativos enviados pelo governo do Estado fossem utilizados para fins eleitoreiros”.



“Graças a Deus não tivemos ocorrências de desabamentos, alagamentos e, sequer, de pessoas que ficaram desabrigadas em nosso município. Como boa parte da população é carente, o prefeito José Vieira de Almeida (DEM) aproveitou para fazer campanha política antecipada a favor de seu candidato à sucessão, o vereador Weber Freire Pascoal, mais conhecido como Ebinho. Tanto que as pessoas que aparecem na foto que divulgava a chegada dos donativos à cidade são o parlamentar, sua esposa e funcionários da Prefeitura”, denunciou o comerciante e presidente da Cooperativa Habitacional de Ipaba, José Rodrigues Batista Júnior, de 51 anos.


Vívian Borges 

Para o comerciante José Rodrigues, “enquanto muitas famílias estão realmente passando por necessidade o governo de Ipaba está tirando proveito da situação”
Ainda segundo o cooperativista, o nível do rio Doce fica a cerca de 180 metros abaixo da parte mais alta da cidade e, a aproximadamente 150 metros da parte mais baixa. “Se o rio subisse, certamente Ipatinga também teria sido afetada. Além disso, Belo Oriente e cidades vizinhas teriam ficado arrasadas. O único caso que chegou a meu conhecimento foi de que uma família que reside bem perto da margem do rio preferiu sair de casa por precaução. Sei também que alguns animais tiveram que ser retirados dos pastos. Mas, ninguém sofreu danos materiais e sequer desastres que justificassem o decreto de situação de emergência. Enquanto muitas famílias estão realmente passando por necessidade, o governo de Ipaba está tirando proveito da situação. Isso é uma vergonha”, ataca José Rodrigues.

Defesa de vereador
Procurado pela reportagem do jornal VALE DO AÇO por vários dias, o prefeito de Ipaba não foi encontrado para dar entrevistas. Porém, funcionários do Executivo municipal indicaram o vereador Ebinho como a pessoa ideal para prestar tais esclarecimentos.


Em entrevista nesta quarta-feira (01), o vereador confirmou que poucas pessoas na cidade tiveram prejuízos com as chuvas. “Realmente, foram apenas algumas famílias que perderam suas plantações e cerca de cinco famílias preferiram ir para casa de parentes porque moravam em áreas de risco. Mas, muitas ruas ficaram em situação calamitosa e foram fotos destes problemas que enviamos ao governo do Estado ao decretar estado de emergência. Há de se concordar que a população do nosso município é muito carente e qualquer prefeito aceitaria a ajuda da Cruz Vermelha por parte do governo estadual”, justificou.


Lairto Martins 

Maioria dos donativos recebidos em Ipaba são roupas
Ainda segundo Ebinho, das 24 toneladas de donativos, havia apenas 43 cestas básicas e três colchões. O restante são roupas. Ele confirmou ainda que tudo está sendo distribuído à população de baixa renda devidamente cadastrada. Outras 24 toneladas de donativos deverão chegar à cidade nos próximos dias.
Ipaba decretou estado de emergência no início de janeiro deste ano e está entre as 218 cidades mineiras em situação de emergência, de acordo com o último boletim divulgado pela Defesa Civil nesta quinta-feira (2).

Voz do Povo

Compartilhe

Vídeos Ipaba

Loading...