Pesquise Aqui!

3 de set de 2011

Pedreiro de Ipaba pode ser o primeiro mineiro a enfrentar o corredor da morte nos EUA

FONTE: RÁDIO CIDADE 89,1

O operário José Carlos Coutinho, de 37 anos, natural de Ipaba, poderá ser o primeiro mineiro a enfrentar o corredor da morte nos Estados Unidos. Ele será acusado de ser o mandante do assassinato de uma família de três brasileiros de Santa Catarina, que eram seus patrões. O crime teria ocorrido em 2009, na cidade de Omaha, estado de Nebraska. A data do julgamento ainda não foi marcado. 
José Carlos e outros dois conterrâneos, Valdeir Gonçalves dos Santos, de 30, e Elias Lourenço Batista, de 29, são suspeitos de matar o empreiteiro Vanderlei Szczepanik, a mulher dele, Jaqueline, ambos de 43 anos, e o filho do casal Cristopher, de 7 anos.
Na semana passada, o operário Valdeir dos Santos resolveu confessar o crime.Em sua confissão, o pedreiro disse que os corpos foram esquartejados e atirados dentro de sacolas em um rio. Outro suspeito, Elias Batista foi deportado pela emigração norte-americana antes que a promotoria conseguisse reunir provas suficientes para condená-lo. Ele voltou para Ipaba e nega o crime.
Valdeir acusa José Carlos de ser o mandante do crime.  Eles estão detidos em prisões próximas.

A Promotoria informa que poderá pedir a pena de morte ou a prisão perpétua para José Carlos Coutinho, apontado como mandante dos assassinatos.

Festa de Nossa Senhora da Penha - Ipaba(MG)


No dia 1º de setembro a Paróquia Nossa Senhora da Penha, Ipaba-MG, comemorou o dia da padroeira, em clima de oração e muita festa.
 
A festa teve início no dia 24/08 e se encerrará no dia 03/09. Estiveram presentes vários padres e no dia 1º setembro contamos com a presença amiga de Dom Emanuel Messias de Oliveira que veio abrilhantar esse dia. Houve uma belíssima procissão saindo da nova sede da creche em direção à Matriz Nossa Senhora da Penha com a presença das  comunidades da paróquia. Animaram a procissão o Padre Brás da cidade de Espera Feliz e o jovem Jonas Miranda.
 
Ao chegar à Matriz,  Dom Emanuel foi acolhido com o canto preparado pelos adolescentes,  e em seguida ele presidiu a Celebração Eucaristica, na qual nos convidou a olhar para Maria como a mulher que ouviu a palavra e a colocou em prática. Iniciando também o mês da Bíblia, incentivou-nos a ler a palavra, meditá-la, contemplá-la e vivenciá-la.
 
No final houve uma homenagem a Nossa Senhora da Penha. Também o prefeito do município entregou ao Bispo uma placa e agradeceu-o pela presença  dizendo-lhe que ele veio trazer a paz.
 
Dom Emanuel incentivou-nos a continuar a festa. Tivemos o grande show com o Grupo Ir ao Povo, que foi um momento de muita animação. Percebia-se no rosto das pessoas a alegria provocada pela festa da Padroeira e pela presença carismática e acolhedora de Dom Emanuel.
Corpo da mensagem11 novos Concursos em Minas Gerais




-----------------------------------------------------------------------------



•CONCURSO INSS 2011 - TÉCNICO - MATERIAL DE ESTUDO

•Concurso Corumbá 2011 MS – Prefeitura Municipal

•Concurso Polícia Civil MS 2011 – Vagas para Perito Oficial Forense

•Concurso Piumhi 2011 MG – Prefeitura

•Concurso Matutina 2011 MG – Prefeitura Municipal

•Concurso Primeiro de Maio 2011 PR

•Concurso Vacaria 2011 RS – Câmara e Prefeitura Municipal

•Concurso Prefeitura de Recife 2011 (PE) – Guarda Municipal

•Concurso IBASCAF 2011 RJ – Vagas em Cabo Frio

•Concurso Feira de Santana 2011 BA – Edital em Breve

•Concurso Casa Grande 2011 MG
CONCURSO INSS 2011 - TÉCNICO - MATERIAL DE ESTUDO




Posted: 02 Sep 2011 10:52 PM PDT



Se você pretende prestar o Concurso do INSS (Previdência Social) para o cargo de Técnico, uma excelente dica são os materiais preparatórios para este Concurso, composto por CDs em MP3 (áudio-aulas).



(Clique no título para abrir a matéria na íntegra. Compre apostilas de Concursos em www.comprinhas.com.br)

Concurso Corumbá 2011 MS – Prefeitura Municipal



Posted: 02 Sep 2011 10:52 PM PDT



A Prefeitura da cidade de Corumbá, no Mato Grosso do Sul, está realizando um Concurso Público que oferece 776 vagas de níveis médio e superior. Os salários variam de acordo com a natureza do cargo, podendo chegar...



(Clique no título para abrir a matéria na íntegra. Compre apostilas de Concursos em www.comprinhas.com.br)

Concurso Polícia Civil MS 2011 – Vagas para Perito Oficial Forense



Posted: 02 Sep 2011 04:53 PM PDT



Os interessados em ingressar no quadro de servidores da Polícia Civil do Mato Grosso do Sul já podem se inscrever para o novo concurso público da instituição, que está oferecendo 21 vagas para o cargo de perito oficial...



(Clique no título para abrir a matéria na íntegra. Compre apostilas de Concursos em www.comprinhas.com.br)

Concurso Piumhi 2011 MG – Prefeitura



Posted: 02 Sep 2011 09:36 AM PDT



Piumhi, no Estado de Minas Gerais, abre inscrições a partir do dia 5 de setembro, para o concurso que pretende preencher 70 vagas mais cadastro reserva para sua Prefeitura. As oportunidades são para os cargos de: Agente de...



(Clique no título para abrir a matéria na íntegra. Compre apostilas de Concursos em www.comprinhas.com.br)

Concurso Matutina 2011 MG – Prefeitura Municipal



Posted: 02 Sep 2011 09:26 AM PDT



A Prefeitura Municipal de Matutina, em Minas Gerais, abre concurso público para 22 vagas. Entre os cargos oferecidos estão: Auxiliar de Serviços Gerais, Operador e Máquinas, Profissional de Obras e Serviços, Agente...



(Clique no título para abrir a matéria na íntegra. Compre apostilas de Concursos em www.comprinhas.com.br)

Concurso Primeiro de Maio 2011 PR



Posted: 02 Sep 2011 08:50 AM PDT



O Município de Primeiro de Maio, localizado no Estado do Paraná, está realizando um concurso público que oferece 73 oportunidades para sua Prefeitura. Quem organizará a seleção será a FUNTEF. Quem pretende...



(Clique no título para abrir a matéria na íntegra. Compre apostilas de Concursos em www.comprinhas.com.br)

Concurso Vacaria 2011 RS – Câmara e Prefeitura Municipal



Posted: 02 Sep 2011 07:16 AM PDT



Já foi aberto o período de inscrição para o concurso da Prefeitura e da Câmara de Vacaria, cidade do Rio Grande do Sul. Ao todo o certame disponibiliza 19 vagas de trabalho de caráter imediato e também para...



(Clique no título para abrir a matéria na íntegra. Compre apostilas de Concursos em www.comprinhas.com.br)

Concurso Prefeitura de Recife 2011 (PE) – Guarda Municipal



Posted: 02 Sep 2011 07:00 AM PDT



Saiu o edital do concurso público para 200 vagas na guarda municipal de Recife, Estado do Pernambuco. O cargo específico é Segurança Municipal, Classe I – Guarda Municipal nível CGM I e a jornada mensal de trabalho...



(Clique no título para abrir a matéria na íntegra. Compre apostilas de Concursos em www.comprinhas.com.br)

Concurso IBASCAF 2011 RJ – Vagas em Cabo Frio



Posted: 02 Sep 2011 05:30 AM PDT



O dia 31 de agosto de 2011 marcou o início das inscrições para o concurso público do Instituto de Benefícios e Assistência Aos Servidores Municipais de Cabo Frio (Ibascaf), no Rio de Janeiro. O instituto oferece 36...



(Clique no título para abrir a matéria na íntegra. Compre apostilas de Concursos em www.comprinhas.com.br)

Concurso Feira de Santana 2011 BA – Edital em Breve



Posted: 02 Sep 2011 04:57 AM PDT



Um concurso público será anunciado em breve na cidade de Feira de Santana, no Estado da Bahia. O certame irá contemplar 219 pessoas com vagas na prefeitura local. Entre os cargos que estarão em oferta na seleção,...



(Clique no título para abrir a matéria na íntegra. Compre apostilas de Concursos em www.comprinhas.com.br)

Concurso Casa Grande 2011 MG



Posted: 02 Sep 2011 04:31 AM PDT



A cidade mineira de Casa Grande anunciou, por meio do Instituto Idecan, um concurso público para o preenchimento de 40 oportunidades de trabalho em todos os níveis de escolaridade. As chances são para cargos como nutricionista,...



(Clique no título para abrir a matéria na íntegra. Compre apostilas de Concursos em www.comprinhas.com.br)

2 de set de 2011

Ex-detento é preso por mais um crime em Ipaba

Homem que atirou contra policiais civis durante buscas em sua casa foi detido nesta terça-feira, na Ilha do Rio Doce 
IPABA – Detentor de uma extensa ficha criminal, o ex-presidiário Messias da Neiva Silva, de 25 anos, foi preso pela Polícia Civil no início da tarde desta terça-feira (30), na localidade de Ilha do Rio Doce, situada próximo à ponte metálica, na saída de Ipatinga para Caratinga. Havia um mandado de prisão em nome dele, que é autor de uma tentativa de assassinato em Ipaba e deixou a penitenciária Dênio Moreira de Carvalho recentemente.  

Messias foi preso pela equipe do delegado Ricardo Cesari, composta pelos investigadores Thiago Verydomar, Rogério Matias e Flávio Cordeiro. “Pouco mais de dois meses atrás tivemos uma ocorrência em Ipaba, onde um jovem sofreu uma tentativa de homicídio, sendo alvejado por três disparos de arma de fogo. Eu compareci pessoalmente à UTI do Hospital Márcio Cunha e fiz uma entrevista informal com a vítima, que me confidenciou quem seria o autor dos tiros: o Messias. Representei junto ao Poder Judiciário pela prisão preventiva dele, o Ministério Público manifestou favoravelmente e o juiz decretou a prisão”, explicou Cesari.

No último dia 19 de junho, Messias teria atirado contra Ramon Kenned Almeida Oliveira, 18, que foi ferido no peito quando estava na Rua Pouso Alegre, no Bairro São José, em Ipaba. “No dia seguinte à prisão decretada fomos à residência do Messias, fizemos o cerco policial, mas infelizmente ele conseguiu fugir de uma equipe da Polícia Civil. Nós permanecemos no encalço de Messias: estivemos em Caratinga, Santana do Paraíso, nos distritos de Boachá, Vale Verde, e Ipabinha, atrás dele”, afirmou o delegado, revelando onde o acusado foi capturado: “Conseguimos prender Messias descansando após fumar um ‘baseado’ em um barraco abandonado na região da Ilha, perto da ponte metálica. Com ele ainda localizamos um revólver calibre 32 com seis munições intactas. Provavelmente é a mesma arma usada para tentar matar o Ramon”.

Atirou na polícia
Conforme Cesari, Messias é um “bandido de alta periculosidade” e já atirou em seus policiais. “Ele tem uma folha de antecedentes criminais vasta: já respondeu a duas tentativas de homicídio, diversos assaltos a mão armada, furto e porte ilegal de arma de fogo. No dia que deslocamos com uma equipe para cumprir o mandado de prisão preventiva na residência de Messias, nós constatamos o quão ele é perigoso: fomos para a casa com cerca de 10 policiais armados e preparados e ainda assim ele conseguiu fugir, inclusive disparando em nossa direção. Não descansamos até prendê-lo”, declarou o delegado, que ainda finalizou: “Agora ele está encarcerado e à disposição da justiça”.

Defesa
Messias conversou com o jornal VALE DO AÇO e assegurou não estar envolvido na tentativa de assassinato em Ipaba. “Tinha pouco tempo que eu havia saído da Dênio Moreira de Carvalho, lá em Ipaba, quando ele (Ramon) foi baleado. Como não achou ninguém para culpar e não gosta de mim, ele resolveu me acusar para eu voltar para o sistema prisional de novo”, disse. Questionado sobre o porquê de ter fugido de policiais civis no dia que eles estiveram em sua casa, Messias tentou se justificar. “Chegaram batendo lá em casa e eu achei que fosse algum bandido querendo me matar. Invadiram a minha casa e eu corri mesmo. Não sabia que se tratava de policiais”, comentou, falando ainda sobre o revólver encontrado em seu poder: “Chegou ao meu conhecimento que um tal de Ramon estava se armando para me matar, então eu tinha que me prevenir. Se eu tivesse com a intenção de assassiná-lo, eu já teria o matado”.

Messias relatou que cumpriu pena na Dênio Moreira, em Ipaba, por assalto, furto e tentativas de homicídio e que atualmente estava em liberdade condicional.

1 de set de 2011

As mineiras Wanderlúcia Oliveira de Paiva e Patrícia Oliveira vieram diretamente do Brasil para testemunhar no desaparecimento da família Szczepanik


Na quinta-feira (25), o mineiro Valdeir Gonçalves dos Santos fez um acordo com a promotoria pública e confessou sua participação no assassinato da família catarinense Vanderlei, Jacqueline e Christopher Szczepanik, desaparecidos desde dezembro de 2009, na cidade de Omaha, Nebraska. O advogado de defesa do réu, Kevin Ryan disse ao canal de TV 6 News que seu cliente havia pedido para conversar com a polícia e confessar. Nos últimos dias, Ryan disse que Santos levou as autoridades a vários locais onde foram recolhidas evidências do crime.
Os promotores públicos especulam que a família foi torturada e desmembrada antes de ser jogada no rio Missouri. Entretanto, o 6 News informou que os corpos da família Szczepanik ainda podem ser resgatados nas próximas semanas, durante as investigações,
Conforme o acordo com a justiça, Valdeir será considerado culpado por homicídio em segundo grau, com créditos por bom comportamento e tempo da pena já cumprido e; consequentemente, será deportado em 8 anos, após cumprir a pena nos EUA.
Ryan disse que há poucos dias para o final do julgamento, seu cliente mudou subitamente de ideia. “Nas últimas 48 horas ele insistiu em dizer que queria falar com as autoridades, esclarecer as coisas e conceder à família Szczepanik e seus entes queridos uma conclusão”, comentou o advogado.
Ele acrescentou que o aumento da pressão diariamente durante o julgamento e o testemunho da esposa e uma amiga do réu, finalmente fizeram seu cliente confessar.
Don Kleine, promotor público do Condado de Douglas disse que “acho que houve uma sensação de alívio em todas as partes envolvidas, especialmente Tatiana, por encerrarmos o caso e responsabilizar os culpados”.
Valdeir assumiu a culpa com a relação à acusação de assassinato em segundo grau e deverá cumprir 8 anos de prisão, antes de ser deportado ao Brasil. Como parte do acordo, ele testemunhará contra seus dois ex-colegas de trabalho, José Oliveira Coutinho e Elias Lourenço Batista, que também serão indiciados. Kleine planeja pedir a pena de morte para o líder do crime, José Oliveira Coutinho, entretanto, para isso é necessário que Batista seja extraditado aos EUA.
O caso prosseguiu com a chegada de sua esposa, Wanderlúcia Oliveira de Paiva, aos Estados Unidos para testemunhar contra o próprio marido.  Durante a audiência, ela relatou como e porque Valdeir matou Vanderlei, sua esposa Jacqueline e seu filho Christopher Szczepanik, naturais de Santa Catarina.
Wanderlúcia disse aos jurados que seu marido havia confessado que ele e dois comparsas torturaram, mataram e esquartejaram Vanderlei Szczepanik. Então, eles colocaram as partes dos corpos em sacos plásticos, juntamente com pedras, e jogaram em um rio. Várias vezes durante o seu testemunho, Paiva enxugou lágrimas dos olhos. Segundo ela, antes de matarem Vanderlei, Valdeir e seus comparsas obrigaram a vítima a endossar três cheques, referentes ao pagamento pela remoção de material contaminado por chumbo que a companhia de Szczepanik realizou em residências locais.
Wanderlúcia e Valdeir não são casados legalmente, mas viviam juntos no Brasil e possuem dois filhos, de 6 e 7 anos. Durante o julgamento, ela disse aos jurados que “o meu mundo desabou” e que “ela só podia pensar nos filhos” que teve com o acusado.
Os promotores públicos, entre eles John Alazaban, questionaram porque Paiva havia negado inicialmente ter qualquer conhecimento do triplo homicídio. Ela respondeu que “não sabia o que fazer na ocasião. O que ele (o réu) havia feito foi bastante errado, mas era o pai de meus filhos”.
Em Ipaba, interior de Minas Gerais, a confissão de Valdeir surpreendeu famílias. A expectativa de parentes e amigos na cidade era de que ele fosse inocentado, uma vez que os corpos das vítimas nunca foram encontrados.
“Nossa vida virou toda. Tem gente que acha que meu irmão matou essas pessoas, que ele não presta. Ainda mais agora que o outro (Valdeir) confessou”, disse a dona de casa Cleonice Oliveira, de 35 anos, irmã de José Carlos Coutinho, segundo o portal eletrônico Uai.com
“Acham que ele tem envolvimento nas mortes. Por ter sido solto e estar aqui, acham isso injustiça. Só que ele é um trabalhador”, disse Ezequias de Araújo, de 30 anos, primo de Elias Batista, cuja família enfrenta um clima de hostilidade na vizinhança.
“O advogado dele nos EUA disse que logo ele seria solto. A gente estava esperando ele ligar dizendo que tinha sido solto e, de repente, soubemos que ele confessou. Alguma coisa fizeram com ele lá”, defendeu Eugênia Gonçalves do Carmo, de 73 anos, avó de Valdeir, cuja família organizava uma festa para o seu retorno ao Brasil.
Os familiares dos réus em Minas Gerais acusam as mulheres de Valdeir, Wanderlúcia Oliveira, e de José Carlos, Patrícia Oliveira Coutinho, de terem sido levadas aos EUA especialmente para prejudicar ambos.  Durante o julgamento, Ryan perguntou se Wanderlúcia pretendia permanecer nos EUA. Ela confirmou a possibilidade alegando que correria risco no Brasil, principalmente após testemunhar contra o próprio marido e, portanto, temia represálias da família de Valdeir.
Em seu testemunho, Patrícia disse que Valdeir contou-lhe que seu marido queria vingar-se de Vanderlei porque ele havia demitido José Carlos, seu chefe de equipe, e o contratado novamente por um salário mais baixo.
O terceiro réu, Elias Lourenço Batista foi deportado e atualmente reside com a família no interior de Minas Gerais.
Patrícia assumiu que também não deseja retornar ao Brasil. “Tenho medo de voltar ao Brasil devido às ameaças que recebi lá”, disse ela. “Tenho muito medo”.
A enteada de Vanderlei, Tatiane Costa Klein, de 28 anos, foi chamada ao Condado de Douglas, Nebraska, para dar seu consentimento no acordo de redução de pena em troca de uma confissão do réu. “Concordei, pois espero que a justiça seja feita”, disse ela.
Atualmente, o Nebraska, que baniu a cadeira elétrica e adotou a injeção letal no começo de 2008, possui 11 condenados no corredor da morte.
Em virtude dos depoimentos dados por Wanderlúcia e Patrícia nos EUA, incriminando os maridos, a relação entre as famílias em Ipaba é tensa. A irmã de José Carlos, Cleonice de Oliveira, de 34 anos, não se conforma com a acusação de que ele e Valdeir teriam assassinado e esquartejado os três membros da família Szczepanik.
"Ele é inocente, sei disso. O pecado dele foi dar vida boa para a esposa, que ficou fazendo festa na casa onde mora", desabafou Cleonice ao diário Hoje em Dia, em 28 de julho desse ano, um mês antes que Valdeir confessasse o crime.

Governo de Minas entrega viaturas

DA REDAÇÃO - A Secretaria de Estado de Defesa Social (Seds) vai entregar, nesta quinta-feira (01), viaturas para serem utilizadas em três unidades prisionais no Vale do Aço. O Centro de Remanejamento de Presos (Ceresp) de Ipatinga, o presídio de Coronel Fabriciano e a penitenciária Dênio Moreira de Carvalho, em Ipaba, vão receber, cada, um Palio Weekend Locker, específico para o transporte de presos. Além das viaturas para a região, outros 52 novos veículos também serão entregues para outras unidades no restante do Estado, totalizando investimentos de R$ 2,4 milhões.

A renovação da frota faz parte do projeto Expansão, Modernização e Humanização do Sistema Prisional do Governo de Minas, que já recebeu recursos da ordem de R$ 120 milhões. Antes, a frota era composta por carros doados pela Polícia Militar ou pela Polícia Civil e tinham que ser adaptados ao transporte de presos. A partir do trabalho de renovação realizado pela Subsecretaria de Administração Prisional, todas as unidades assumidas pelo Estado, hoje, têm viatura nova.

A solenidade de entrega das viaturas será na Penitenciária José Maria Alckmin, em Ribeirão das Neves, na região metropolitana de Belo Horizonte, às 11h. No total, serão distribuídos 50 Palio Weekend e cinco Ducato, esses doados pelo Ministério da Justiça. A frota vai beneficiar 51 unidades prisionais em todo o Estado.
Fonte: JVAOnline

Projeto Regresso: contratação de 50 ex-presidiários

Empresas do Vale do Aço podem contribuir para redução da criminalidade contratando egressos do sistema prisional. Elas ainda recebem subvenção de dois salários mínimos.

Lairto Martins

DIVERSOS EMPRESÁRIOS da região compareceram à exposição da Fiemg e Instituto Minas Pela Paz
IPATINGA
– Numa parceria entre Federação das Indústrias do Estado de Minas Gerais (Fiemg), Governo de Minas e Instituto Minas pela Paz foi lançado em Ipatinga, nesta quarta-feira (31), o Projeto Regresso, que já começou a funcionar e tem por objetivo a inserção no mercado de trabalho de egressos e recuperandos do sistema prisional do Vale do Aço. Esse projeto já existe na capital mineira e a Região Metropolitana do Vale do Aço faz parte como sendo a primeira do programa de interiorização do sistema. 


O Secretário Executivo do Instituto Minas pela Paz, Luís Flávio Sapori, explica que o Vale do Aço foi escolhido devido ao seu perfil econômico e empreendedor. “Escolhemos essa região para ser o carro-chefe dessa interiorização mineira. Nosso objetivo é expandir o projeto que funciona desde 2009 em Belo Horizonte para outras partes do estado. Através dos Núcleos de Prevenção à Criminalidade, começamos a fazer o cadastro daquelas pessoas que estão em liberdade condicional, os que já cumpriram suas penas ou aqueles que estão em regime aberto (prisão domiciliar). A partir das vagas que agora as empresas da região irão apresentar esses egressos serão selecionados e encaminhados para entrevistas, de acordo com a demanda apresentada”, esclarece Sapori.

O presidente da Fiemg Vale do Aço, Luciano Araújo informa que a meta é alcançar 50 contratações de egressos até o mês de novembro, sendo que a maioria será principalmente da Penitenciária Dênio Moreira de Carvalho, localizada na cidade de Ipaba. “É o sistema prisional da região com mão de obra melhor qualificada”, diz Luciano Araújo. “Como queremos fazer do Projeto Regresso no Vale do Aço um modelo para Minas Gerais, estaremos também disponibilizando em breve o Serviço Social da Indústria (SESI) para fazer a qualificação dos egressos que estiverem cadastrados. Com isso, a partir de hoje, quem for saindo das cadeias e da penitenciária irá tendo, com o passar do tempo e com a expansão do programa, um emprego garantido aqui fora. Eles ainda contarão com apoio psicológico e assistência social e pedagógica. Até agora as empresas contratavam ex-presidiários individualmente, mas o projeto veio para organizar essa situação”, conclui o presidente da Fiemg Vale do Aço.

Egresso
Ademárcio Costa, 32 anos, morador do Bairro Vila Formosa, foi condenado em 2001 por assalto à mão armada com vítima fatal. Em 2008 começou a trabalhar como ajudante em uma marcenaria em Ipatinga. Ele descia diariamente do ônibus vindo da Penitenciária Dênio Moreira de Carvalho, na Praça Caratinga, e de lá se dirigia ao seu local de trabalho, retornando ao presídio no final do expediente. Um juiz sempre acompanhou seu caso e mensalmente ele precisa comparecer ao fórum para entrevista. Em 2009 ele ganhou sua liberdade e continua no mesmo emprego, agora promovido.

Ademárcio comenta: “Eu já tinha cumprido mais de 1/6 da minha pena quando me deram a oportunidade de conseguir um emprego. Foi um alívio, pois meu sonho, mesmo estando na prisão, era trabalhar e receber meu sustento. Melhor ainda foi quando fiquei livre e continuei na mesma empresa”.

O empresário Luiz Pinto dos Santos é presidente do Sindicato das Empresas de Panificação e Alimentos do Vale do Aço (Sinpava). Para ele o Projeto Regresso é excelente, pois a região necessita de mão de obra. “Já comecei a dar andamento para contratação de egressos que trabalhem em meu estabelecimento no Bairro Horto. Nesta primeira fase pretendo entrevistar seis. Penso em colocá-los como atendentes (balconistas) ou ajudantes em panificação. Se em 60 ou 90 dias eles se saírem bem poderei inclusive promovê-los”, afirma o empresário, esperançoso.    
Os requisitos para a contratação
A Fiemg Vale do Aço abrange 72 municípios da região entre as cidades de Itabira até Manhuaçu. Nesse primeiro momento o Projeto Regresso vai beneficiar as empresas das quatro principais cidades da Região Metropolitana: Timóteo, Coronel Fabriciano, Ipatinga e Santana do Paraíso. Com a expansão a partir de 2012, as empresas das outras cidades também serão contempladas.

A Lei Estadual número 18.401, referente ao Projeto Regresso, beneficia as empresas participantes com a contratação de egressos do Sistema prisional do estado. Por meio do projeto Regresso, grandes, médias e pequenas empresas poderão contratar ex-detentos que cumpriram penas nas penitenciárias e presídios e Associações de Proteção e Assistência aos Condenados (Apacs). O Governo de Minas subsidiará as empresas empregadoras com repasse de dois salários mínimos para cada ex-detento durante período de 24 meses.

Os recursos repassados às empresas serão destinados exclusivamente a subsidiar a remuneração dos presos. Os egressos prestarão serviço às empresas com todos os direitos trabalhistas garantidos e salário de mercado, de acordo com a função desempenhada.

Para se tornar integrante do projeto, a empresa deve comprovar regularidade com os fiscos estadual e federal, estar interessada em promover a equidade social e ser associada ao Instituto Minas Pela Paz. O número de egressos contratados não poderá ultrapassar 5% do quadro de empregados da empresa. Por exemplo, se a empresa tiver 500 empregados, poderá contratar apenas 25 ex-detentos com salário subsidiado pelo Estado. Exceto quando a empresa decidir por não receber o subsídio. Neste caso o número de contratados é livre.   

Voz do Povo

Compartilhe

Vídeos Ipaba

Loading...